Download eBook

Talvez uma das mensagens mais importantes que você nunca ouviu falar

 

Ceia na Lua – Recuperar o Propósito Real da Ceia

 

Uma das primeiras coisas que o homem fez quando aterrou na Lua no verão de 1969 foi tomar a ceia. Quando li pela primeira vez sobre esta pegada na história, lembrei-me de alguma forma como os Cristãos tomam a ceia nos dias de hoje. Eles estão sozinhos, sentados na escuridão, separados do resto do Corpo. Estão impedidos de entrar na comunhão real com outros, encurralados por conflitos não resolvidos. Pior, eles não estão aptos a entrar na comunhão completa com Jesus que é comunicada através do Seu Corpo. Estas mesmas pessoas não faltam a um culto de santa ceia, mais valia estarem a tomar a ceia na Lua.

Jesus disse que a ceia era para ser tomada “em lembrança” d’Ele. Acham que Ele estava mesmo preocupado com o facto de que os Doze se podessem esquecer dele? Paulo escreveu aos Coríntios, dizendo-lhes o que Jesus lhe tinha ensinado sobre a ceia. Eu não acho que ele estivesse preocupado que o primeiro século se esquecesse d’Ele ou daquilo que Ele fez na cruz. A parte que eles se estavam a esquecer, a um nível surpreendente, era do porquê de estarem a tomar a ceia. A mesma coisa acontece hoje nas nossas igrejas, onde as pessoas tomam a ceia por rotina, como se fosse apenas um ritual religioso. Isto pode apagar a verdadeira razão por de trás da ceia.

Pessoalmente, eu nunca tomei a ceia para me lembrar de Jesus. Eu nunca tive nenhum problema em relembrar-me quem Ele é ou aquilo que Ele fez na cruz. Aquilo que eu me esqueço, quase diariamente, é o facto de como eu trato os outros é na realidade como eu trato Jesus. Eu preciso de um lembrete diário sobre isto. Para mim, a ceia tem um propósito prático que pode impactar a minha saúde espiritual e física.

 

Aqui ficam alguns benefícios de tomar a ceia:

• Pode ajudar-nos a tratar os nossos cônjuges de maneira diferente, poupando a nossa família à devastação que é o divórcio.

• Pode ajudar-nos a ver as nossas crianças de maneira diferente, para que nos possamos relacionar de maneira diferente.

• Necessitamos de a tomar para que nos ajude a começar a restaurar relacionamentos quebrados.

• Necessitamos de a tomar para que comecemos a ver de maneira diferente as pessoas problemáticas na igreja.

• Necessitamos de a tomar para que vejamos a igreja de onde saímos de maneira diferente.

• Necessitamos de a tomar para vermos a igreja do outro lado da estrada com outros olhos.

• Precisamos de a usar para recuperar a nossa saúde, quando todas as formas possíveis de recuperação nos estão a iludir.

• Pode quebrar o orgulho e o preconceito que nos separa de outros grupos e culturas.

• Precisamos de a tomar para quebrar impotência espiritual nas nossas vidas e na nossa igreja.

 

 

SOBRE PENN CLARK

 

Em 1985, Penn e Heather Clark deixaram a sua terra natal, o Canadá, com um visto missionário para ajudarem a iniciar uma igreja no norte de Nova Iorque, onde pastorearam mais de vinte e um anos.

 

 Em 2001, Penn formou a rede Word of Grace, uma comunhão apostólica de ministérios comprometidos com as missões mundiais, levantando a próxima geração de líderes, e equipando outros para avançar com o Reino de Deus.

 O Senhor tem enviado o Penn para alguns dos lugares mais necessitados na Terra, onde ele (foi) ensinou e treinou lideres, ajudou a iniciar igrejas, e capacitou os pobres para se ajudarem a si próprios. Os seus focos principais têm sido na India, na Ucrânia, no Haiti, em Espanha, em Portugal, no Chile, na Argentina e na Colômbia, onde ele tem ajudado a estabelecer outras igrejas e redes – todas voltadas para a preparação das pessoas de Deus para o grande final, o tempo da colheita.

 Tem-lhe sido dado o privilégio de levar várias pessoas ao maravilhoso batismo do Espirito Santo enquanto se esforça para servir como um exemplo de como viver uma vida equilibrada e cheia do Espirito.

 

 Os Clark vivem em Penn Yan, onde pastoreiam a igreja WellSpring Fellowship na linda região dos Finger Lakes no estado de Nova Iorque.

 

PG

Copyright © 2016. PennClark. All Rights Reserved.